Set 15, 2012
infiel

Estar casada não significa prescindir dos prazer da vida

A quantidade de pessoas casadas que sentem a necessidade de uma aventura extraconjugal tem crescido exponencialmente. Já ninguém se casa para a vida. E já ninguém tem um único parceiro para a vida. Porque razão nos querem fazer acreditar que vamos ter um único parceiro sexual durante 20 ou 30 anos de casados ? Isso e impossível de acontecer, e quando acontece algo esta errado nas pessoas. Não estão a viver. Estão mortas e não o sabem. O seu corpo vive, respira, tem sangue nas veias, mas a mente esta morta ou adormecida.

No nosso dia a dia olhamos com admiração as pessoas e os casais que vivem sobre esta condição. A sua vidinha de merda. Não há nenhuma emoção, nenhuma aventura, não sentem as borboletas no estômago. Não sentem. Pobre gente que se sente obrigada a viver como o resto da sociedade lhe impôs. Vivem a vida que os outros querem e idealizaram. São infelizes, aborrecidos e ficam velhos aos 30. Com, apenas, 30 anos já estão com o piloto automático ligado, e esperando que os filhos se casem para terem alguma emoção alheia. Pobre gente que vive a vida que os outros lhe idealizarm.

Podemos estar solteiras ou casadas. Pouco importa. O que importa e que necessitamos de emoções novas, corpos duros e lindos. Precisamos de conhecer novos companheiros. Estar casados com alguém não impede que tenhamos aventuras extraconjugais. Estar casados quer dizer que queremos viver ao lado da pessoa que amamos, partilhar a vida com o nosso melhor amigo, etc. Mas estar casado não pode significar estar arrumado para a vida. Estar casado quer dizer partilhar a vida e as aventuras com o nosso parceiro.

Diga-nos a sua opinião

%d bloggers like this: